Cabañas volta aos gramados

Carrasco do Fla na Libertadores de 2008 participa de 20 minutos do amistoso
Por GLOBOESPORTE.COMCidade do México
Salvador Cabañas no amistoso do América do México contra o Paraguai (Foto: Reuters)Acima do peso, Salvador Cabañas é ovacionado
pela torcida no estádio Azteca (Foto: Reuters)
Após mais de um ano e meio longe dos gramados, o atacante paraguaio Salvador Cabañas está de volta aos gramados. O jogador, que está em fase final de recuperação de uma lesão na cabeça após ser baleado no local em janeiro de 2010, participou por 20 minutos do amistoso entre América-MEX, seu ex-clube, e a seleção do Paraguai que aconteceu no estádio Azteca, na Cidade do México. O duelo terminou empatado: 0 a 0.
O carrasco de Flamengo e Santos na Taça Libertadores de 2008 entrou em campo com a camisa do América e jogou nove minutos. Depois, vestiu a camisa da seleção paraguaia, entrando no lugar de Benítez.
Nos minutos em que vestiu a camiseta do América, foi possível constatar seu bom estado físico e o tempo todo mostrou as qualidades que o fizeram goleador. Jogou bem, recebeu bolas, teve entendimento com os companheiros e o instinto de goleador. O América colocou uma faixa gigante no meio-campo dedicada ao goleador com a inscrição: "Grandeza é não deixar-se vencer por nada", da qual ele recebeu uma réplica. Os paraguaios deram a ele uma camiseta da seleção assinada por todos os atletas.
Na saída do gramado, Cabañas foi ovacionado pelos cerca de 15 mil torcedores que foram ao estádio. Além da homenagem a Cabañas, o amistoso marcou a estreia de Arce, ex-lateral-direito do Palmeiras e do Paraguai, no comando da seleção Guarani.
Salvador Cabañas no amistoso do América do México contra o Paraguai (Foto: Reuters)Jogadores do Paraguai não aliviaram para Cabañas (Foto: Reuters

Comentários