Pular para o conteúdo principal

Alemanha derruba tabu e prolonga má fase da seleção brasileira

Gazeta Press
Shurle marcou em passe de Schweinsteiger, após falha de André Santos
Foto: Reuters
Shurle marcou o terceiro da Alemanha em passe de Schweinsteiger, após falha de André Santos
A seleção brasileira continua com a sina de resultados ruins sob o comando de Mano Menezes. Na tarde desta quarta-feira, a equipe verde-amarela apostou em um futebol tático – com prioridade para os contra-ataques – que não proporcionou bom resultado: derrota por 3 a 2 na Mercedes-Benz Arena, em Stuttgart.
Com o marcador, a Alemanha encerra um tabu de quase 18 anos sem derrotar o Brasil. A última vitória dos tricampeões mundiais no confronto havia sido registrada em novembro de 1993, no triunfo por 2 a 1.
Em contrapartida, o Brasil segue em fase ruim depois da eliminação precoce na Copa América. Ainda por cima, o time canarinho permanece sem vencer um rival de primeira linha com a direção de Mano Menezes – perdeu anteriormente para França e Argentina, além de empatar com a Holanda em casa.
Todos os gols da partida foram marcados no segundo tempo, depois de grande equilíbrio nos 45 minutos iniciais. Schweinsteiger, Gotze e Schrrle construíram o triunfo da Alemanha, enquanto Robinho e Neymar descontaram.
Os próximos desafios definidos da seleção brasileira serão dois jogos contra Argentina, nos dias 14 e 28 de setembro, na reedição da Copa Rocca, batizada de Superclássico das Américas. O primeiro confronto será realizado em território argentino. A volta está prevista para a cidade de Belém. Diante do tradicional rival, o time verde-amarelo irá usar apenas atletas que atuam no país. Antes, nos dias 2 e 6 do mesmo mês, os pentacampeões contam com datas reservadas para Fifa para outros confrontos ainda não confirmados.

Comentários