quarta-feira, 25 de maio de 2016

APODI: GAROTO DE 6 ANOS É APROVADO EM TESTE DO VASCO-RJ

   “Meu sonho era ser um jogador, mas não tive um pai do meu lado para me apoiar. Já o Gabriel, se depender de mim, vou ao fim do mundo para realizar o sonho dele”. 
   O desabafo do vigilante apodiense, Geokleber Veloso, mostra até onde o amor de um pai é possível chegar para ver a felicidade e o sucesso do filho.
   Geokleber é pai do garotinho Lucas Gabriel, de apenas 6 anos, que foi selecionado para treinar nas categorias de base do Vasco da Gama, time carioca.
   A convocação aconteceu durante uma peneira realizada em Apodi com crianças acima de 10 anos. Gabriel se destacou e foi o único apodiense a conseguir a vaga. Entretanto, para garantir o sonho do filho, foi preciso viajar até a sede do clube para concluir os últimos detalhes.
   Em entrevista ao MOSSORÓ HOJE, o vigilante revelou que o mais difícil foi conseguir dinheiro para bancar a viajem e a estadia no Rio de Janeiro. Para isso, ele contou com a ajuda dos amigos e precisou se endividar.
  “Alguns amigos fizeram uma campanha para ajudar a me manter no Rio, por que lá as coisas são muito caras e foi tudo por nossa conta. O hotel foi o "Jotinha" que me deu. É um amigo dono de uma empresa de gerenciamento de viagens. Já as passagens de avião de quase R$ 3 mil, eu dividi no boleto, mas ainda não tenho o dinheiro de pagar”, contou.
   Geokleber passou cerca de uma semana no Rio junto com o filho. Durante esse tempo, amigos se revezaram para cobrir sua vaga na vigilância da empresa onde trabalha.
   Questionado se todo esse esforço valeria a pena, ele respondeu sem pensar duas vezes.
_“Vale a pena sim, porque se trata do futuro do meu filho. Quando surge uma oportunidade dessa na vida da gente, devemos agarrá-la com unhas e dentes. Não é toda a vida que vamos ter uma segunda chance, principalmente para o meu filho, que mora em uma cidade distante dos grandes centros urbanos”, frisou emocionado.
   Superado os primeiros obstáculos, o pequeno Gabriel já está com sua vaga garantida no Vasco, mas só começará a treinar quando os pais forem morar no Rio de Janeiro. Mas, para isso, Geokleber terá que contar novamente com os amigos.
   “Quando a gente for novamente, vamos ter que ir por conta da gente, até conseguirmos um emprego. Mas, quando temos um Deus em quem confiar, nada é impossível”, disse o vigilante.
   Interessados em contribuir com a realização do pequeno atleta poderão realizar doações através de conta bancária.

Caixa Econômica Federal
Conta: 10553-5
Operação: 013
Agência: 3483
Beneficiário: Lucas Gabriel Moreira da Silva

“Tudo que ele está passando eu queria na infância, mas não tive um pai presente para me incentivar”, concluiu Geokleber.

*Mossoró Hoje

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LAGOANO CONQUISTA TÍTULO EM JOGO DECIDIDO EM 50 SEGUNDOS

Como você define o tempo de 50 segundos?, muito ou pouco?. Para a conquista do título da Copa Weverton Webher em sua 6ª edição esse te...