COPA CRAQUE DO FUTURO: ESCOLINHA DO ABC CONQUISTA O TETRA


Após perder as duas últimas finais da Copa Craque do Futuro sub-14 (2013 e 2014), que é realizada em Tangará-RN, a escolinha do ABC chegou a 6ª final consecutiva e reconquistou o título que ficou sobre seu domínio nas três primeiras edições da competição.

O equilíbrio entre as equipes foi demonstrado através dos placares com nenhuma equipe tendo conseguido marcar dois gols em um mesmo jogo, sendo que 09 dos 12 confrontos da 1ª fase terminaram com o placar de 1x0.

A final de 2015 foi a reprise do que ocorreu no ano passado com a base do ABC enfrentando a escolinha do ABC, o diferencial foi que o ABC conquistou o título de 2014 ao vencer por 1x0 a escolinha e na edição atual o campeão foi invertido, após um jogo bastante equilibrado os meninos do professor Eloy Simplício (escolinha do ABC), conquistaram o título com o aproveitamento de 100% nas cobranças dos tiros livres e levantaram a taça da Copa Craque do Futuro pela 4ª  vez. 

O destaque da edição 2015 foi o goleiro (menos vazado) da escolinha do ABC, Mayke Douglas que garantiu a vaga da sua equipe na final após marcar um golaço na cobrança de falta da intermediária do campo e na grande final defendeu um dos pênaltis e marcou o gol do título conquistado pela 4ª vez pela escolinha que tem o comando do professor Eloy Simplício de Souza.

Na galeria dos  artilheiros, o atacante Marcos Antônio do ABC, deixou o seu nome registrado no histórico da Copa Craque do Futuro.

Ao final do torneio, os dirigentes da escolinha SEI Tangará entregaram os Banners para todas as equipes participantes e medalhas e troféus para as equipes finalistas da competição.



























Agradecer aos amigos que tornaram possível a realização de mais uma edição da Copa Craque do Futuro: Cancão, Severino, Gustavo Alves, Netinho, Luizinho, Euzébio Potyguar, Zé, Frank, Adailton Lopes, Marcos Costa, Nildo Ângelo e o fotógrafo Paulo Victor (Prego).
Aos colaboradores: Ailton Webher, J. Netto, Dom Ruan, Andinho CDs, Samiris (Briba).


Comentários