O 1º CAMPEÃO DO BRASIL EM 2012

O goleiro do LEC pegou todas as três cobranças do adversário

Cuiabá, MT, 02 (AFI) – Em um jogo digno de final de campeonato, o Luverdense se sagrou o campeão matogrossense de 2012. A decisão da partida foi nos pênaltis, onde o time de Lucas de Rio Verde venceu os donos da casa por 3 a 0. No tempo regulamentar, o Cuiabá venceu a partida por 1 a 0, revertendo o placar da primeira partida. Desta forma, o Luverdense retoma a hegemonia do Estado, que ano passado esteve nas mãos do próprio Cuiabá. O Luverdense é o primeiro campeão estadual de 2012.

Um dos nomes para entrar na história do clube será o do goleiro Fernando Wellington. O atleta defendeu três pênaltis e não deixou o time da casa fazer um gol sequer na decisão. Com isso, o Luverdense conquista o segundo título estadual em menos três anos. Fundado em 2004, o time conseguiu seu primeiro título em 2009 e já é considerado um dos clubes que mais cresce no estado.

Na decisão por pênaltis, quem brilhou foi o goleiro Fernando Wellington. O goleirão do Verdão do Oeste defendeu todos os pênaltis do time adversário, cobrados pelos melhores jogadores do Cuiabá na partida. O primeiro foi o autor do gol Fernando. Depois dele, Lombardi e Jean não conseguiram passar pela muralha de Lucas do Rio Verde.

Técnico emocionado
No final do jogo, o técnico Dado Cavalcante estava emocionado. Ele iniciou a recuperação do time dentro da competição e depois manteve o ritmo até a conquista do título histórico para o Luverdense.

"Estou muito feliz, porque é o coroamento de um trabalho. Ma snão teria conseguido este título sem a participação ativa dos jogadores e toda retraguarda do presidente Helmute Haswich".

FICHA TÉCNICA
Cuiabá 1(0) x 0(3) Luverdense
Local: Presidente Dutra • Cuiabá – MT
Árbitro: Edilson Ramos da Mata
Assistentes: Lincoln Ribeiro Taques e Gislan Garcia
Cartões Amarelos: Marcelo Bolacha, Fernando Lombardi, Bogé, Fernando (Cuiabá) | Éverton, Rafael Tavares, Alex Moraes, Braga (Luverdense)
Gols: Jean aos 20’ do 2º tempo (Cuiabá)
Cuiabá
Gatti, Niel, Marcelo Bolacha, Fernando Lombardi e Natanael; Natan, Bogé, Jean e Fernando; Eraldo (Moreno) e Leandro Cearense (Wegno).
Técnico: Ary Marques
Luverdense
Fernando Wellington, Régis, Alex Moraes, Braga e Rafael Pedro; Éverton (Adriano), Gilson, Dê (Rodrigo Paulista) e Rubinho; Pablo e Rafael Tavares (Felipe Moreira).
Técnico: Dado Cavalcante

FONTE: FUTEBOL INTERIOR

Comentários