segunda-feira, 14 de maio de 2012

BONITO POEMA: FILHO HOMENAGEIA O PAI

Recebo mensagem do amigo e conterrâneo Cidoka que emocionado lembra com saudades do seu pai Aprígio Fernandes Pereira, homem com visão futurística que projetou Tangará anos a sua frente e os principais marcos da nossa cidade são do tempo da administração do senhor Aprígio Fernandes. 

Perdí meu pai há 35 dias e tenho lembrado do meu "chefe" com saudades todos os dias, antes já sabia que ficar sem a presença física de uma pessoa que amamos doia muito, mas, hoje com a ausência do meu pai tive a certeza que a dor é intensamente maior do que a que eu imaginava. Por isso Cidoka e toda a digníssima "família Pereira" a certeza que fica é que nesses 28 anos em que o senhor Aprígio encontra-se em um plano superior e é lembrado de forma carinhosa pelos seus familiares e por pessoas que tiveram o prazer de conviver com o mesmo, comprova que ele viveu de maneira digna, correta e que seus feitos serão perpetuados, porque viveu de uma maneira que sua ausência será sempre sentida e os seus atos e exemplos serão sempre citados e repassados para essa e para futuras gerações.

Então Cidoka, parabéns pelo belo poema, e neste 14 de maio, data de nascimento do senhor Aprígio peço licença e autorização apenas para colocar o verbo no tempo certo nas suas considerações finais: Onde você coloca que seu pai "estaria" completando 98 anos leia-se "está" completando 98 anos, pois ele assim como o meu pai estará cada dia mais vivo no coração de cada um que tiveram a satisfação de conviver com pessoas do bem que sempre zelaram pelo bem do próximo. Um abraço amigo, nossos pais não nos deixou, apenas voltou para o lado do PAI.

(poema escrito por Cidoka)
" TRIBUTO AO MEU PAI"

Era uma quarta feira a noite;
Dia sete de novembro de 1984;
Quando tudo aconteceu;
Tão logo espalhou a notícia;
O velho APRÍGIO morreu.

Ele era um matuto sabido;
Honesto e trabalhador;
Era um matuto da terra;
Foi um bom agricultor.

Pregava sempre a austeridade;
Ele não tinha vaidade;
Amava a simplicidade;
Era um trabalhador de valor;
Era bom em Matemática;
Melhor de que qualquer doutor.

Ó meu querido pai;
Quanta falta o senhor me faz;
Vinte e Oito Anos sem você;
Continue descansando em paz.

Ele foi um trabalhador alugado;
Em vida ralou um bocado;
Mas,com a graça de Deus;
Depois de tanto ter trabalhado;
Ele partiu realizado;
Porque deixou sua esposa e filhos;
Com saúde e bem criados.

Ele foi arrimo de família;
O seu pai logo morreu;
Deu um duro nessa vida;
Mas,com o tempo ele venceu;
As custa de seu trabalho; 
E com a ajuda de Deus.

Era um homem destemido;
Era um pai de muito valor;
Era um matuto,porém sabido
Era um bom adminstrador;

Ele era emotivo como ninguém;
Era muito prestativo;
Ajudou há muita gente;
Sem cobrar nada frente;
Era um homem de valor.

Era um homem de palavra;
De firmeza e de razão;
De ninguém nunca quis nada;
Ele tinha bom coração;
Morreu com o dever cumprido;
Ele foi um bom cidadão.

Aprígio era o seu nome;
Era um homem de grande valor;
Era um homem analfabeto;
Mas tinha como lema de vida;
A virtude de ser honesto.

Tinha crédito em toda parte;
Com a sua morte ele provou;
Vinte e oito anos sem Aprígio;
Ainda não houve um cobrador;
Isso é a maior prova;
Que débito nenhum ele deixou.

Ele deixou para seus herdeiros;
Muitas coisas de valor;
Deixou terra,deixou gado;
Deixou prédios e trator;
Era um homem prevenido;
Era um excelente administrador.

Ele foi trabalhador braçal;
Foi um Matuto tropeiro;
Foi um caxeiro viajante;
Foi ignorante;
Foi um grande agricultor;
Ele foi um ótimo produtor;
Das lavouras que plantou.

Ele foi um matuto analítico;
Ele também foi político;
Assim era o seu jeito;
Ele era observador;
Ele ainda foi prefeito;
Dessa terra que tanto amou

Neste dia 14 de Maio de 2012 se o meu velho e querido pai estivesse vivo estaria completando (98) anos de idade e esta foi a maneira que encontrei para lhes render a minha homenagem,o velho APRÍGIO foi um exemplo de vida,parabéns pai pelo seu aniversário,já se passaram 28 anos da sua morte e da sua partida para a vida eterna,mas,nunca,jamais e em tempo algum este seu filho irá esquecer do senhor,continuarás vivo no meu coração e na minha memória hoje,amanhã,sempre e por todos os dias da minha vida.Eternas saudades meu velho...

C I D O K A

Nem o tempo apagará da minha memória a lembrança do meu velho pai...

5 comentários:

  1. NESTA OPORTUNIDADE APROVEITO PARA HOMENAGEAR OS IRMÃOS DA FAMILIA FERNANDES PEREIRA, PORQUE SEMPRE FALO QUE O PREFEITO QUE TEVE UMA ADMINISTRAÇÃO MARCANTE EM TANGARÁ FOI SEU APRIGIO FERNANDES PEREIRA, UM HOMEM INTEGRO QUE FEZ MUITO POR NOSSA CIDADE EM TEMPOS DIFICEIS MAS COM MUITA GARRA E FORÇA DE VONTADE DEIXOU EM TANGARÁ SUA HISTORIA PARA SEMPRE.
    SEUS FILHOS MEUS AMIGOS:
    DOBICO, ALUIZIO,LUIZINHA,ETANIA,LUZINETE,AURIZETE,ADRIANA,APRIGINHO,
    CIBÁ,BILICA, ALEXANDRE E CIDOCA COM SEU MARAVILHOSO POEMA, QUE COM CERTEZA SEU APRIGIO É MERECEDOR DESTA LINDA HOMENAGEM, FELICITO A TODOS DESTA FAMILIA POR QUEM TENHO MUITAS CONSIDERAÇÕES.

    ResponderExcluir
  2. Alexandre Fernandes (Fiampa)14 de maio de 2012 21:57

    Obrigado aos amigos Nildo e Fernando pelas palavras, obrigado ao mano Cidoka pela bonita homenagem a nosso Pai.

    ResponderExcluir
  3. LEIDE DE JAGUARÉ16 de maio de 2012 22:16

    LINDO POEMA, PARABENS CIDOKA É UMA PROVA DE AMOR PELO SEU PAI E UM OTIMO ADMINSTRADOR, QUE FEZ DONA ANTONIA CAFÉ DEIXÁ DE CARREGAR GALÃO DAGUA, PORQUE CHEGOU A CAERN EM TANGARÁ.

    ResponderExcluir
  4. Expedito Espínola17 de maio de 2012 14:45

    UMA DAS SUAS MAIORES ABILIDADES ERA:

    MECÃO DE CORAÇÃO! ONDE QUER QUE ESTEJA, DEUS PERDOE SEUS PECADOS PARA UM DIA VIVER ETERNAMENTE NA GLÓRIA DO SENHOR.

    ResponderExcluir
  5. (corrigir) HABILIDADE!

    ResponderExcluir

TAÇA PARELHAS DE FUTSAL APRESENTA UM PÚBLICO MUITO PEQUENO

Teve prosseguimento neste domingo (13/08) no Ginásio de Esportes Ovídio Dantas em Parelhas-RN, a Taça Parelhas de Futsal, com os seguinte...