terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Rondonópolis ataca Palmeiras por sumiço de jovem centroavante




    DASSLER MARQUES
    Direto de São Paulo
    Jogador está desaparecido desde o último fim de semana e não retornou à concentração . Foto: Antônio Boaventura/Divulgação
    Anunciada no Palmeiras na segunda-feira, a contratação do jovem atacante Tiago Silva, 18 anos, gera revolta no Rondonópolis-MT, clube sensação da Copa São Paulo 2012. A equipe mato-grossense acusa os palmeirenses e um representante do jogador de terem praticamente raptado Tiago de um dia para o outro para que fosse assinado um contrato de cinco anos com os paulistas.
    De acordo com Márcio Schmidt, diretor do Rondonópolis, Tiago Silva desapareceu no último fim de semana após se dirigir até São Paulo para realizar ressonância magnética no joelho. Acompanhado de um intermediário chamado Lelo, ele se dirigiu ao Palmeiras após os exames e assinou novo contrato.
    "Ele é um oportunista", diz Schmidt sobre o empresário. Como só tem vínculo com a equipe do Mato Grosso até o final de maio, Tiago sequer retornou à concentração do time que enfrenta o Vitória pelas oitavas de final da Copa São Paulo na quarta-feira.
    Ainda segundo Schmidt, uma reunião preliminar entre dirigentes dos dois clubes havia ocorrido na última semana, justamente para tratar da negociação de Tiago Silva e mais um jogador para o Palmeiras.
    "Participaram o Jair Jussio (diretor da base) e o Candinho (coordenador técnico). Ficamos de voltar a conversar, mas nos deram esse tombo", afirmou o representante do Rondonópolis, ainda esperançoso em uma reviravolta.
    "Esperamos ainda que o Palmeiras nos procure com alguma compensação. O jogador fez gols, mas o Rondonópolis também deu espaço, teve despesas e não pode ficar assim. Tínhamos uma situação de confiança e esse Lelo se aproveitou. Alguém do Palmeiras também", lamentou o dirigente.
    Palmeiras dá versão e diz que Rondonópolis será recompensado 
    Claudinei Muza, diretor da base palmeirense, inicialmente se recusou a comentar a transferência de Tiago Silva. Após a publicação da reportagem, Jair Jussio, que não havia atendido às ligações, procurou o Terra e deu a versão do clube para a negociação. Segundo ele, o Rondonópolis terá direito a 20% de uma próxima transferência.

    "O Lelo é uma pessoa que trabalha com atletas e leva jogadores para a gente", diz Jair sobre o empresário criticado pelo Rondonópolis. "Ele já havia avisado sobre o Tiago antes da Copa São Paulo. Nos interessou, fiz a proposta, mas o clube disse que ele estava vendido para o Fluminense, e pediu um valor que não tinha condições", acrescentou o diretor do Palmeiras. Até que a negociação teve reviravolta dias depois.
    "Na semana seguinte, o Lelo levou o jogador, disse que tinha feito um acordo com o Rondonópolis, e que eles ficariam com 20% e o Palmeiras com 80% (de uma futura venda). Falei então para fazermos um pré-contrato. O jogador estava junto, concordou, é maior de idade e pode assinar. O Lelo está entrando em contato com o Rondonópolis e eles ficarão com essa porcentagem".
    fonte: Terra Esporte

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    TAÇA PARELHAS DE FUTSAL APRESENTA UM PÚBLICO MUITO PEQUENO

    Teve prosseguimento neste domingo (13/08) no Ginásio de Esportes Ovídio Dantas em Parelhas-RN, a Taça Parelhas de Futsal, com os seguinte...