Série D também vai parar na justiça.


    
    Se não bastasse o trâmite de casos da série C na justiça, o STJD se depara com mais casos do brasileiro. Agora é a série D que poderá ser brecada por ações no justiça.
    Inconformada com a “armação” da última rodada da fase inicial, no último domingo, a direção da Anapolina, de Anápolis-GO, vai tentar paralisar o Campeonato Brasileiro da Série D. O objetivo da representação é conseguir um efeito suspensivo pelo menos para adiar o jogo entre Itumbiara e Villa Nova-MG, previsto para o próximo domingo na abertura da segunda fase.
      Caso.
      A Anapolina foi eliminada, depois do “cai cai” promovido pelo Tocantinópolis-TO, que já perdia por 4 a 1, quando faltavam ainda vinte minutos para o término do jogo em Anápolis. Naquela altura, mais um gol daria a vaga à Anapolina no lugar do Itumbiara que já tinha perdido para o Tupi-MG, por 1 a 0, em Juiz de Fora-MG. O time mineiro terminou na liderança do Grupo 5, com 14 pontos, seguido por Itumbiara e Anapolina, com 13 pontos, com o Itumbiara tendo melhor saldo de gols: 3 a 2.
      O advogado da Anapolina alega que o “cai cai” foi promovido pelo Itumbiara, que teria oferecido um prêmio de R$ 50 mil para que o Tocantinópolis “evitasse” a classificação do time da casa.
      “Isso é ilegal”, assegura Sestário, que não quer a anulação do jogo, mas a eliminação do Itumbiara que teria promovido a “armação”.
Fonte.   Jornal de Anápolis/GO.

Comentários