Ganso descarta Corinthians: "meu coração é alvinegro da Baixada"



Marcado, Ganso teve poucas oportunidades na partida contra o Ceará. Foto: Ivan Pacheco/Terra
Ganso teve atuação discreta na vitória diante do Ceará
Foto: Ivan Pacheco/Terra

A vitória do Santos sobre o Ceará, por 1 a 0, na tarde deste domingo, foi importante para o clube paulista, que deixou temporariamente a zona de rebaixamento do Brasileiro e também para o camisa dez do time, que voltou a jogar bem e esclareceu a polêmica a respeito de uma possível transferência para o Corinthians, que foi especulada durante toda a semana.
O jogador descartou qualquer possibilidade de transferência e criticou quem já o coloca como jogador do clube de Parque São Jorge.
"Fala para os caras que estão me vendendo que eu não vou sair não. Meu pensamento sempre foi de disputar campeonatos pelo Santos. Temos o Brasileiro, onde precisamos nos recuperar e ainda tem o Mundial de Clubes, no final do ano. Fora isso, tem o centenário do time em 2012, muita coisa. Sou jogador do Santos e meu coração é alvinegro. Da Baixada", afirmou.
O presidente do Santos, Luis Alvaro Ribeiro, tem feito duras críticas aos procuradores do atleta que, segundo ele, querem tirar o atacante do Santos de qualquer forma. Além disso, os dirigentes santistas apostam no "caráter" do jogador para impedir uma transferência para o Corinthians.
"O torcedor santista tem que saber que a briga é entre DIS e Santos. E não Ganso e Santos. Eu já dei minha palavra e posso garantir para toda a nação santista que não vou sair", cravou Ganso.
Paulo Henrique Ganso vinha sendo criticado pelas atuações nas derrotas diante de Flamengo, Atlético-PR e Vasco, e elogiou a reação do Santos.
"Um a zero desse jeito é quase goleada. Somos uma equipe vencedora e jogamos bem as últimas partidas, mas acabamos perdendo todas. Hoje já não fomos tão bem, mas conquistamos os três pontos, e isso é importante para a nossa reabilitação", disse, após a partida.
O jogador reconhece que não estava bem, mas que agora são novos tempos: "Aos poucos eu vou reencontrando meu futebol. Na minha autoanálise, sei que posso melhorar, ajudar o Santos e fazer o que eu sei fazer de melhor, que é deixar os companheiros na cara do gol", prometeu.
Com informações do Lancenet!

Comentários