terça-feira, 9 de agosto de 2011

Ex-jogador do Paraguai reconhece traficante que atirou contra ele em 2010


O ex-jogador de futebol, Salvador Cabañas, reconheceu nesta segunda-feira o traficante mexicano, José Jorge Balderas, como o autor dos disparos que atingiram sua cabeça, em 2010, e o fizeram abandonar o futebol. O paraguaio identificou Balderas através de fotos de suspeitos que foram mostradas a ele pela polícia mexicana.

Cabañas está na Cidade do México, onde será homenageado em um amistoso entre a Seleção Paraguaia e o América, do México, onde atuou grande parte de sua carreira. Com a identificação do suspeito, o Ministério Público espera concluir o caso e finalmente levar Balderas a julgamento.

O traficante mexicano em questão é apontado pelas autoridades locais como dono de um cartel da Beltrán Leyva, que é uma organização criminosa do país. O suspeito está preso desde fevereiro, mas nega ter atirado no ex-jogador. Balderas alega que o verdadeiro atirador é seu segurança, Francisco José Barreto, que também está preso.

Salvador Cabañas foi baleado na cabeça pouco antes da Copa do Mundo de 2010, após ter discutido com o traficante em um bar. O incidente interrompeu a vitoriosa carreira do jogador paraguaio, que até hoje tem um projétil alojado em sua cabeça.
 
Superesportes 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SÃO PAULO DO POTENGI SEDIARÁ O ESTADUAL SUB-15 DE FUTSAL

A cidade de São Paulo do Potengi-RN será palco do estadual de futsal na categoria Sub-15, a competição é organizada pela FNFS (Federação...