domingo, 14 de agosto de 2011

Com samba, Santa Cruz vence homônimo do RN e apelo divino

Tricolor pernambucano derrota Gaviões por 1 a 0 no Arruda com bom público e volta à liderança do grupo A3 da Série D do Brasileirão

Por Mariana Kneipp Direto do Recife, PE

Seu Jacinto acordou no domingo de Dia dos Pais e pediu um presente para os filhos: queria a família reunida no Arruda para assistir ao jogo entre os homônimos Santa Cruz-PE e Santa Cruz-RN pela 6ª rodada do grupo A3 da Série D do Brasileirão. E não teve jeito de discordar. Nem dona Rosemary, sua esposa, que torce pelo Sport, escapou. No estádio, a emoção tomou conta do clã Vitorino. Com uma vitória por 1 a 0 no confronto que valia a liderança, o time do técnico Zé Teodoro fez a alegria de todos os pais tricolores que lotaram a casa da equipe no Recife - o público foi de 35.020 torcedores - e voltou ao primeiro lugar da chave, mantendo a invencibilidade, com oito pontos.

- Trocaria qualquer presente por essa vitória – disse seu Jacinto.
jogo Santa cruz-PE x Santa cruz-RN (Foto: Mariana Kneipp/GLOBOESPORTE.COM) 
Arruda tem público de 35.020 torcedores (Foto: Mariana Kneipp/GLOBOESPORTE.COM)


Antes de chegar à arquibancada e se juntar aos torcedores que lotaram o Arruda, porém, o pernambucano passou na lojinha de presentes do estádio. Afinal, o Santa poderia dar a vitória de presente, mas os filhos não iam escapar de agradar o pai em seu dia também. A camisa que queria, não tinha. Mas os adolescentes Sabrina Roberta, de 19 anos, e Vicente, de 16, conseguiram convencer o patriarca da família a comprar outro modelo. Pronto, primeira etapa cumprida.

Em seguida, seu Jacinto entrou no estádio. Viu a festa que a torcida fazia antes do apito inicial. Era samba de um lado, churrasco de outro. Uma multidão tricolor que comemorava em alto e bom som em frente ao restaurante antes mesmo de a bola rolar. Entre um gole na cerveja e uma mordida na batata frita, o grito de “Tri tri tricolor” ecoava nas paredes vermelhas, pretas e brancas.

E quando o árbitro, enfim, começou o jogo, nem deu tempo de o clima esfriar. Aos 3 do primeiro tempo, Wesley cobrou falta pela esquerda e mandou na cabeça de Kiros. O atacante aproveitou seu 1,95m de altura e cabeceou para o fundo das redes. Na comemoração, os tricolores voltaram a ser criança e brincaram de roda.
torcida santa cruz (Foto: Mariana Kneipp/GLOBOESPORTE.COM) 
O clã Vitorino vai ao Arruda comemorar com o Santa o Dia dos Pais: Sabrina, Vicente, Vitorino pai e dona Rosemary, torcedora do Sport. Patriarca compra outra camisa  (Foto: Mariana Kneipp/GLOBOESPORTE.COM)
O gol rápido também foi um presente para os dois novos placares eletrônicos do Arruda. Eles ficam no chão, atrás dos gols, um pouco escondidos, mas mostraram com orgulho o número 1 ao lado do nome dos donos da casa. Os funcionários do clube, que usaram ferros para furar a grama e drenar a água da chuva que castigou o Recife na manhã de domingo, também celebraram ao lado das grades pelo fato de as condições do gramado - que ainda mostrava muitos buracos - não terem prejudicado a cobrança de falta de Wesley.

Gaviões pedem ajuda à Santa das Causas Impossíveis
Dentro de campo, os Gaviões do Rio Grande do Norte pareceram sentir o primeiro gol e a pressão da torcida coral e não conseguiram mais passar do meio de campo. Decepção para as cerca de 40 pessoas que preenchiam um espaço mínimo da área reservada para os torcedores visitantes, que viam o time cair para a vice-liderança do grupo A3, com seis pontos.

- Estamos pedindo ajuda para Santa Rita de Cássia, a santa das causas impossíveis. Tem uma estátua dela lá em Santa Cruz, a maior escultura católica do mundo, com 56m. É nossa padroeira. Mas será que ela vai conseguir nos ouvir de tão longe? – questionaram, brincando, Marcos Macroti e Carlos Albuquerque, que viajaram à capital pernambucana de carro e van, respectivamente.
jogo Santa cruz-PE x Santa cruz-RN (Foto: Mariana Kneipp/GLOBOESPORTE.COM) 
Torcida do Santa 'genérico' vai ao Recife apoiar time (Foto: Mariana Kneipp/GLOBOESPORTE.COM)

O apelo parecia ter sido ouvido na volta para o segundo tempo. O Santa Cruz-PE recuou e deixou o homônimo potiguar começar a jogar. Sem meio de campo organizado, o tricolor permitiu contragolpes do adversário, que chegou a pressionar com Cristiano Tiririca no ataque.

Erro grave do árbitro revolta torcida

Um lance, porém, esfriou o ânimo dos Gaviões. Renatinho recebeu o lançamento pela direita e olhou para o assistente. Sem sinal de impedimento, seguiu em frente, passando por Adalberto, que ficou no chão. Hercules não gostou da atitude do adversário e o empurrou com as duas mãos. A agressão fez todo o time do Santa cobrar a expulsão. Mas o árbitro Cláudio Francisco de Lima e Silva não viu a jogada e, após consultar todos os assistentes, apenas deu o escanteio. O erro revoltou os donos da casa e a torcida.
torcida santa cruz (Foto: Mariana Kneipp/GLOBOESPORTE.COM)Torcida do Santa Cruz comemora com samba
(Foto: Mariana Kneipp/GLOBOESPORTE.COM)
Do outro lado, o Santa Cruz-RN, que não tinha nada a ver com a decisão do árbitro, permaneceu esperando o reinício do jogo, que demorou cerca de cinco minutos. Mas Michel exagerou na comemoração e bateu palmas. Na hora, levou um cartão vermelho, o que deixou os visitantes com menos um em campo. Enquanto isso, parado na grande área, Hercules continuou na partida, como se nada tivesse acontecido.

Depois do erro do trio de arbitragem, o Santa Cruz-PE permaneceu pressionando. Leandrinho mandou uma bola na trave, e Kiros tentou um chute de longe. Os novos placares do Arruda não foram mais modificados, mas, depois do momento de revolta, a torcida tricolor voltou a sorrir.

Daqui a 14 dias, os dois times voltam a se encontrar. Até lá, o time pernambucano não terá duelos, já que na Série D há uma rodada de descanso. Já o potiguar disputará o clássico regional contra o Alecrim, no estádio José Nazareno, em Goianinha, às 15h15m do próximo domingo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SÃO PAULO DO POTENGI SEDIARÁ O ESTADUAL SUB-15 DE FUTSAL

A cidade de São Paulo do Potengi-RN será palco do estadual de futsal na categoria Sub-15, a competição é organizada pela FNFS (Federação...