terça-feira, 6 de dezembro de 2016

SUCESSO EM MAIS UMA TEMPORADA DA SEI TANGARÁ


Os treinamentos semanais da escolinha SEI Tangará foram encerrados nesse final de semana com as categorias Sub-12 e Sub-14 concluindo as atividades no domingo (04-12-2016) e o Sub-08 e Sub-10 jogando na segunda-feira (05-12-16). As expectativas estão voltadas para o encerramento com atividades recreativas e esportivas que serão realizadas no próximo sábado (10-12-16) no estádio Aprijão as 16 horas.

A SEI Tangará é um projeto social voluntário que desde 2005 oferece o esporte de recreação e formação do cidadão responsável, a entidade não recebe recursos o que torna a continuidade do projeto ser sempre um obstáculo a ser vencido a cada temporada.

Com a contribuição dos pais, é possível manter acessa a chama de que é possível formar por meio do esporte. Algumas realizações da SEI Tangará no ano em que está chegando ao seu final.
  • Copa Volta as Aulas de Futsal (Na preliminar da Copa Verão);
  • Treinos semanais;
  • Campeão da Copa Verão de Futsal Sub-15 (Serra Caiada);
  • Participação na Copa dos Campeões de Futsal (Campestre);
  •  Amistosos intermunicipais;
  • Intercâmbio internacional (Wagner Soccer-New York-USA);
  • Copa do Mundo (Copa Interna);
  • Premiação celebridades esportivas;
  • Encerramento com atividades esportivas e recreativas.

Por falta de recursos a SEI Tangará não pode participar de várias competições das quais foi convidada e não realizou a Copa Craque do Futuro após 6 anos consecutivos realizando o evento.

Apesar das dificuldades, 2016 entra no histórico como mais um ano em que foi possível realizar as atividades, apesar de algumas restrições.














segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

TABELA DO MUNDIAL DE CLUBES DA FIFA

Tabela do Mundial de Clubes da Fifa 2016
Dia 8 de dezembro
Jogo 1: Auckland City x Campeão da J. League
Dia 11 de dezembro
Jogo 2: América x Mamelodi Sundowns
Jogo 3: Vencedor do jogo 1 x Campeão africano
SEMIFINAL
Dia 14 de dezembro
Atlético Nacional x Vencedor do jogo 3
Dia 15 de dezembro
Real Madrid x vencedor jogo 2
FINAL: 18 de dezembro

REGULAMENTO DA COPA TANGARÁ DE FUTEBOL DE CAMPO



REGULAMENTO ESPECÍFICO DA COMPETIÇÃO

CAPÍTULO I  DA DISPOSIÇÃO PRELIMINAR
ARTIGO 1º: A COPA TANGARÁ, tem por objetivo principal a integração, a harmonia, a descontração física e mental e a socialização entre os desportistas em geral, envolvidos direto e indiretamente na competição.

ARTIGO 2º: As equipes disputantes deverão ser conhecedoras da legislação vigente, das regras do futebol, dos códigos desportivos e do regulamento específico da competição no que diz respeito seus direitos e deveres.

ARTIGO 3º: A competição será realizada de acordo com as leis e normas desportivas, salvo algumas adaptações constantes neste regulamento. A equipe que confirmar a inscrição estará aceitando em sua totalidade as normas e o regulamento da competição.
CAPÍTULO II  DA ORGANIZAÇÃO, DIREÇÃO E DO TEMPO DE JOGO
ARTIGO 4º: A promoção do evento será das equipes participantes, sendo a mesma organizada por Lula Silva, que cumprirá e fará cumprir este regulamento e as leis desportivas.

ARTIGO 5º: Os jogos serão realizados nos dias e horários marcados em tabela divulgada pela organização do evento, com tolerância máxima de 15 minutos para o horário determinado apenas para o primeiro jogo (Juvenil). 

§ ÚNICO: Em caso de ultrapassar o limite de tempo máximo permitido a equipe infratora perderá por WxO, o placar será de 1x0 para a equipe vencedora, com o gol contabilizado para efeito de saldo e os 03 pontos computados como vitória.

ARTIGO 6º: Cada partida terá duração de 80 minutos divididos em dois tempos de 40 minutos cada com intervalo entre os tempos de 10 minutos. Os acréscimos ficam por conta do árbitro central do jogo.
CAPÍTULO III  DA INSCRIÇÃO DE EQUIPES E ATLETAS
ARTIGO 7º: As inscrições para a competição é aberta para qualquer equipe do município de Tangará-RN. Cada equipe deverá pagar até o seu primeiro jogo o valor liquido de R$ 100,00 (cem reais) a organização do evento.

ARTIGO 8º: Cada equipe poderá inscrever um número máximo de 30 (trinta) atletas por categoria durante a competição, podendo a mesma ser completada no preenchimento da súmula no jogo final.  

ARTIGO 9º Na categoria juvenil a inscrição é liberada apenas para atletas do município tangaraense, na categoria titular poderão ser inscritos até cinco atletas fixos de outro município, após a inscrição em súmula não poderão ser substituído na ficha de inscrição..

ARTIGO 10º: Itens que identifica o atleta do município:
A) For natural do município;
B) Contenha documento oficial que comprove vínculo com o município;
C) More ou trabalhe a no mínimo 06 meses no município com comprovante de contrato ou carteira de trabalho. 

ARTIGO 11º: Após ser relacionado em súmula, mesmo que não atue na partida o mesmo não poderá atuar por outra equipe. (depois de relacionado o atleta não poderá ser substituído na ficha de inscrição). Qualquer atleta uma vez relacionado em súmula, poderá se incorporar ao banco de reservas, mesmo no desenrolar da partida.
CAPÍTULO IV DA FORMA DE DISPUTA
ARTIGO 12º: A COPA TANGARÁ, será disputada por 06 equipes divididas em 02 grupos, que foram divididas em suas respectivas chaves através de sorteio, realizado no congresso técnico realizado na Câmara Municipal no dia 28 de novembro de 2016. 

ARTIGO 13º: A competição será realizada em três fases:
A) 1ª Fase    (classificatória)
B) 3ª Fase      (Semi finais)
C) 4ª Fase           (final)

ARTIGO 14º: Na 1ª fase as equipes jogam entre si dentro do próprio grupo em turno único, classificando-se para a fase seguinte os dois (02) primeiros de cada grupo para a fase seguinte da competição. Na fase semifinal haverá o cruzamento olímpico (1ºA X 2ºB, e 1ºB X 2ºA), os vencedores desses confrontos farão a grande final.

ARTIGO 15º: Os critérios de desempate para a 1ª fase obedecerão à seguinte ordem:
A)    Maior número de vitórias;
B)     Confronto direto (no caso de 02 equipes);
C)     Melhor saldo de gols;
D)    Maior número de gols marcados; 
E)     Menor número de cartões vermelhos recebidos;
F)      Menor número de cartões amarelos recebidos;
G)    Sorteio.

ARTIGO 16º: Caso alguma partida das fases eliminatórias (a partir da 2ª fase) termine empatada o classificado será conhecido através de cobranças penais, conforme a regra nacional da CBF.
CAPÍTULO V DAS APENAÇÕES
ARTIGO 17º: Estará automaticamente suspenso o atleta que durante a competição venha a receber 02 cartões amarelos ou 01 vermelho.

ARTIGO 18º: Os cartões amarelos que não enseje suspensão automática serão zerados ao término da 1ª fase.

ARTIGO 19º: Se o mesmo atleta em determinado momento da competição, acumular 02 cartões amarelos e mais 01 vermelho, cumprirá automaticamente a suspensão por dois jogos.

ARTIGO 20º: A suspensão automática será considerada cumprida quando da desistência (WxO) ou eliminação do adversário seguinte.

ARTIGO 21º: A equipe que utilizar atleta irregular na partida estará sujeito a perda de pontos para a equipe adversária em que a anormalidade ocorreu, sendo mantido o placar em caso de derrota e utilizado o placar de WxO (1x0), em caso de empate ou vitória da equipe infratora.

ARTIGO 22º: Se nenhuma das duas equipes possuírem o número mínimo legal de atletas para continuidade da partida, as duas serão consideradas perdedoras e nenhum ponto será atribuído as mesmas. O número mínimo de atletas por equipe para iniciar o jogo é de 7 atletas. Um deles obrigatoriamente terá que atuar como goleiro. 

ARTIGO 23º: A equipe que se recusar a dar continuidade à partida por mais de 05 minutos depois de advertida pelo árbitro, ainda que permaneça em campo, perderá os pontos para a equipe adversária.
CAPÍTULO VI DA PREMIAÇÃO
ARTIGO 24º: Ao término da competição serão entregues os seguintes prêmios para cada categoria:
A)    CAMPEÃO: Troféu e R$ 400,00  (Quatrocentos Reais)
B)     VICE CAMPEÃO: Troféu e R$ 200,00 (Duzentos Reais)
C)     ARTILHEIRO: Troféu 
D)    GOLEIRO MENOS VAZADO: Troféu.

§ PRIMEIRO: Em caso de empate entre os artilheiros e/ou goleiros receberá a premiação o(s) atleta(s) em que sua equipe ficar melhor colocada na classificação geral da competição, Se forem da mesma equipe haverá um sorteio.
CAPÍTULO VII DO UNIFORME
ARTIGO 25º: Em caso de semelhança nas cores do uniforme a equipe colocada a direita da tabela deverá providenciar a troca pelo menos das camisas.

ARTIGO 26º: Em casos específicos o número do atleta poderá ser modificado em súmula.
A)    Camisa rasgada em disputa de bola;
B)     Goleiro contundido ou expulso e um atleta passar a ser o goleiro;
C)     Atleta com a camisa manchada de sangue. 
D)    Nos casos específicos o atleta poderá trocar de camisa até com o companheiro que se encontra no banco de reservas;
E)     Em quaisquer dos casos, o anotador colocará a observação na súmula do jogo apenas para controle organizacional, a equipe e o atleta não serão penalizados.
CAPÍTULO VIII DA ARBITRAGEM
ARTIGO 27º: Em cada partida será utilizada um trio de arbitragem que será escalada pela organização da Copa, não sendo aceito vetos ou outras indicações. 

ARTIGO 28º: Cada equipe deverá pagar antes de cada jogo a taxa de arbitragem no valor liquido de R$ 50,00 (Cinquenta Reais), o não pagamento do valor especificado acarretará em WXO.
CAPÍTULO IX DAS DISPOSIÇÕES GERAIS E TRANSITÓRIAS
ARTIGO 29º: Obrigatoriamente as categorias juvenil (série B) e titular (série A), devem atuar como marcado em tabela na 1ª fase, em caso de apenas uma das equipes (A ou B) estejam apta a atuar os jogos serão declarados como WxO para a agremiação irregular nas duas categorias.

ARTIGO 30º: Todos os componentes do banco de reservas obrigatoriamente deverão está relacionados em súmula. Quem não estiver inscrito não poderá ficar no banco.

ARTIGO 31º:  O número máximo de integrantes da comissão técnica em súmula serão de três (03), podendo ser de outro município, porém não podem atuar em mais de uma equipe durante a competição. A inscrição é única e cada integrante da comissão pode ser a mesma no Juvenil e Titular desde que seja da mesma agremiação. 

ARTIGO 32º:  Em ambas as categorias, cada equipe poderá fazer no máximo cinco substituições por jogo. 

ARTIGO 33º: Em caso da impossibilidade da continuidade ou a não realização de algum jogo, a tabela seguirá o curso normal com a organização tendo autonomia para marcar uma nova data e horário que favoreça o bom andamento da competição. Se por algum motivo alguma rodada venha a ser adiada a organização do evento tem autonomia para fazer as alterações necessárias para o melhor andamento do certame.

ARTIGO 34º: A prática da agressão física contra qualquer pessoa (atleta, torcedor, árbitro, comissão organizadora...) é passível de eliminação da competição. O infrator será julgado de acordo com os Artigos do CBJD.

ARTIGO 35º: Cada equipe deverá levar uma bola para aquecimento e que ficará disponível para a organização utilizar no jogo. (A organização terá duas bolas disponíveis).

ARTIGO 36º: Quadro clínico ou médico de atletas, membros de comissões técnicas, árbitros é de responsabilidade individual de cada um, não impondo á organização quaisquer obrigações por danos ou problemas nesse sentido.

ARTIGO 37º: Caso uma equipe sinta-se prejudicada nos seus direitos e pretenda protestar, deverá fazer até 24 horas após o término do jogo, através de ofício digitado e dirigido a secretaria de esporte, assinado pelo presidente da equipe juntamente com o pagamento no valor de R$ 100,00 (Cem Reais).

ARTIGO 38º: Os participantes da Copa Tangará ao serem inscritos na ficha da competição autorizam a veiculação e divulgação da sua imagem nas redes sociais e nas mídias que divulgarão a competição.

ARTIGO 39º: Os casos omissos ou não presentes no presente regulamento, serão resolvidos pela comissão da Copa Tangará de Futebol.

Tangará-RN, 01 de dezembro de 2016.

_______________________________________________


Lula Silva - Organizador

domingo, 4 de dezembro de 2016

DEFINIDO OS GRUPOS DA COPA INTEGRAÇÃO DE FUTEBOL

O organizador da Copa Integração, Edinaldo Alves, realizou na manhã do último sábado (03), na cidade de Lajes Pintadas, o Congresso Técnico da 2ª edição da competição que movimenta as regiões Trairi, Potengi e Seridó que tem início previsto para 14 de janeiro.

A competição oferece a premiação financeira total de R$ 6.200,00 (Seis mil e duzentos reais) além de troféus e medalhas, os vencedores receberão o prêmio de acordo com a colocação final:
Campeão: R$ 3.000,00
Vice-Campeão: R$ 2.000,00
3º lugar: R$ 600,00
4º lugar: R$ 400,00
Artilheiro: R$ 100,00
Goleiro menos vazado: R$ 100,00

O atual campeão da competição é o Paysandu de São Paulo do Potengi que está inserido no Grupo D e como vice-campeão o Juventude de Santa Cruz que foi sorteado para integrar o Grupo C. Confira como ficaram formado os grupos.

Três equipes tangaraenses participarão da competição: Russinha, Palmeiras da Várzea do Milho e Cruzeiro do Trairi.

PINTOU O PRIMEIRO CAMPEÃO DO NOVO MATUTÃO

SPORT CLUB SANTA CRUZ CAMPEÃO DO MATUTÃO 2016

Jackson Jaedson (treinador)
O sábado (03), foi de decisão da primeira edição do MATUTÃO após o retorno do maior evento de futebol amador do estado do Rio Grande do Norte nas décadas 80 e 90. A ideia de retomar a disputa da competição partiu do desportista Francinaldo Bezerra Costa que colocou em prática a competição com a participação de 9 equipes, ficando o Sport Club Santa Cruz e o América de Boa Cica/Touros após grandes campanhas na fase inicial sendo postulantes ao título em jogo único que foi realizado no estádio Iberezão no município de Santa Cruz-RN.

Em um jogo bastante equilibrado a equipe da casa conseguiu marcar com Robinho pedalada aos 43 minutos do 2º tempo, o que foi suficiente para que a equipe da terra de Santa Rita que é comandada pelo secretário de esporte Jackson Jaedson conquistasse o título e gravasse o seu nome como primeiro campeão do novo Matutão.

Parabéns aos envolvidos em resgatar o simbolo maior do futebol amador do nosso estado.
 
Fotos: Facebook pessoal de Jackson Jaedson

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

CETAN DEFERIU O PEDIDO DO ADIAMENTO DA SEMIFINAL DA COPA WEVERTON WEBHER


A CETAN (Comissão Esportiva Tangaraense), acata o pedido do São Caetano e adia a rodada da semifinal da Copa Weverton Webher que seria realizado neste sábado (03) e confirma o Garotos EC e São Caetano FC para o dia 10 de dezembro do corrente ano, prevalecendo o local (Ginásio senador Carlos Alberto) e horário (19:30hs).

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

OITAVAS-DE-FINAL DA COPA TALISMÃ EM TANGARÁ


ATLÉTICO-MG NÃO JOGARÁ COM A CHAPECOENSE E PERDERÁ POR WXO

Resultado de imagem para PRESIDENTE DO ATL MG
PRESIDENTE DO ATLÉTICO-MG CONFIRMA QUE NÃO JOGARÁ NA ÚLTIMA RODADA
O Atlético-MG anunciou que não irá disputar a última rodada do Campeonato Brasileiro contra a Chapecoense. Depois da tragédia que envolveu a delegação do clube catarinense, o presidente do time alvinegro, Daniel Nepomuceno, anunciou em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira que o elenco não irá a Chapecó.

"Vim aqui somente informar que o Atlético não irá jogar, não irá até Chapecó jogar a última partida. A gente acredita no esporte, a gente respeita a dor, não é o momento para cobrar de jogador nenhum o que é a essência do esporte. Já comuniquei a CBF, que concorda; já conversei com o presidente da CBF, Marco Polo, que concordou. Mas nesta partida o Atlético não irá. Provavelmente, a maior punição é a perda dos três pontos, como isso não altera a posição do Atlético na tabela, não podemos ser prejudicados. É o minimo que tem que se ter pelos familiares, pela cidade, pelo estado e pelo país que está sofrendo com a tragédia nesta semana", afirmou o dirigente na coletiva.

A medida, assim, impede a realização da 'festa' que o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, havia sugerido para ocorrer na rodada derradeira da Série A.
Por conta das mortes, a entidade adiou a última rodada do Campeonato Brasileiro para o dia 11 de dezembro. O Atlético-MG, adversário da Chape, pediu para cancelar a partida, mas a vontade de Del Nero era que o duelo ocorresse.
"Conversei com o presidente Del Nero sobre a partida contra o Atlético-MG. Ele disse: ‘Este jogo tem que acontecer. Tem que ser uma grande festa'. Respondi: ‘Não temos 11 jogadores'. Ele disse: "Tem sim. Vocês têm categoria de base, os jogadores que ficaram. Não importa. Tem que fazer uma grande festa. Chapecó e a Chapecoense merecem'", afirmou o presidente em exercício da Chapecoense, Ivan Tozzo, na quarta.
Assim, o Galo agiu por conta própria e abdicou dos pontos do duelo que seria disputado na Arena Condá. O resultado fará com que os catarinenses terminem com 55 pontos, na oitava ou nona colocação. Já o Atlético-MG, que encerraria na quarta posição de qualquer forma, ficará com 62 pontos.
Devido ao acidente aéreo envolvendo a delegação da Chapecoense que tirou a vida de 71 pessoas na madrugada de terça-feira, a final da Copa Sul-Americana foi cancelada. No horário da partida que seria realizada contra o Atlético Nacional no Atanasio Girardot, o que se viu foram cerimônias emocionantes tanto no estádio colombiano quanto na Arena Condá.
Fonte: ESPN UOL

Obrigado pela sua Visita! volte Sempre !

SEI tangará